sexta-feira, 20 de abril de 2012

EM DEFESA DO VERDADEIRO CRISTIANISMO





Sermão de John Wesley

[O seguinte sermão foi encontrado em um manuscrito mutilado, em meio aos papéis do Sr. Wesley. Ele é datado de 24 de Junho de 1741. Uma cópia em Latim do mesmo Discurso também foi descoberta. Sr. Pawson, com grande cuidado, copiou o primeiro, e eu supri as deficiências da carta. Ao intercalar ambos os sermões, eu encontrei diversas variações, e não considerei de alguma grande importância, ainda assim, suficientes, em meu julgamento, de sustentar a propriedade da tradução e publicação do Discurso em Latim, não meramente como um assunto de curiosidade, mas de utilidade. O sermão, sem dúvida, foi escrito com o objetivo de ser pregado diante da Universidade de Oxford; mas se ele alguma vez foi pregado lá, não pode ser determinado. A. Clarke].

'Como se fez prostituta a cidade fiel! Ela que estava cheia de retidão! A justiça habitava nela, mas agora, homicidas'.
 (Isaías 1:21)

domingo, 8 de abril de 2012

DISNEY Vs. HITLER


DONALD EM A FACE DO FÜHRER: COMO UM AUTÔMATO


CONHEÇA A MÁQUINA DE PROPAGANDA ANTINAZISTA DA DISNEY - E VEJA COMO WALT DEU A RECEITA PARA A VITÓRIA NA 2ª GUERRA

quinta-feira, 5 de abril de 2012

A PÁSCOA NOS TEMPOS DE JESUS



A origem da festa da páscoa acha-se profundamente ligada à História do povo de Israel. Esta festa está presente em todo o período do Antigo Testamento, estendeu-se à era cristã e veio a constituir as bases do culto na igreja primitiva. A páscoa entre os judeus era comemorada no dia 14 do mês nisã[1], e a sua importância histórica se encontra no livro do Êxodo, pelo qual Deus através do seu ato redentor, fez de Israel o seu povo escolhido. Deus ordenou que os israelitas passassem sangue nos umbrais das portas para que não sofressem a praga da matança dos primogênitos (Ex. 12.7). Fora isso, dera ordenanças de como deveriam consumir o carneiro e o cabrito que deveriam ser consumidos naquela noite. E perto da meia-noite, Deus passou por todo o Egito e matou todos os primogênitos do sexo masculino, de homens e animais, porém, não entrou nas casas cujas portas estavam marcadas com sangue, e nelas ninguém morreu. Após este episódio, os israelitas passaram a observar esta festa, o principal marco de sua libertação e da proteção divina.

terça-feira, 3 de abril de 2012

A CAÇA ÀS BRUXAS NA FRANÇA RENASCENTISTA



Em matéria de feitiçaria diabólica, é preciso atentar ao significado de cada termo. O feiticeiro era um indivíduo que supostamente assinou um pacto com o diabo: em troca de sua alma , dele obtinha poderes sobrenaturais. O possuído era habitado e assediado, contra a sua vontade, pelos demônios enviados por um feiticeiro, de modo que podia ser considerado uma vítima. O atormentado, presa de uma obsessão, era tomado apenas esporadicamente, e também contra sua vontade, pela visita dos demônios.