sábado, 31 de dezembro de 2011

A ETERNIDADE DE DEUS


A Bíblia afirma claramente a eternidade de Deus. Os termos "eterno", "perpétuo" e "para sempre" são frequentemente empregados pelos tradutores da Bíblia na tentativa de captar o sentido das expressões hebraicas e gregas que colocam Deus dentro de nossa realidade temporal e finita. As Sagradas Escrituras afirmam que Deus existia antes mesmo da criação. Aliás, a criação é justamente uma obra Dele: "Antes que os montes nascessem, ou que tu formasses a terra e o mundo, sim, de eternidade a eternidade, tu és Deus", Sl 90.2

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

QUEM SÃO OS AMISH?


Em outubro de 2006, um violento ataque a uma escola na Pensilvânia , nos Estados Unidos, chocou a comunidade internacional. Ao mesmo tempo, despertou a curiosidade de muitas pessoas para o estilo de vida da comunidade que sofreu a tragédia - os amish.

Após o ataque, mais uma vez esse povo que já foi tema de filme ( A testemunha, 1985), voltou ao centro das notícias. Muitos foram os questionamentos que surgiram: Quem são os amish? Quais suas crenças? Em que diferem dos demais grupos protestantes do mundo?

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

ESQUECENDO AS AFLIÇÕES DO PASSADO



1-TEXTO BÍBLICO
"Antes de chegar a fome, nasceram dois filhos a José, os quais lhe deu Asenate, filha de Portífera, sacerdote de Om.
José ao primogênito chamou Manassés, pois disse: Deus me fez esquecer de todos os meus trabalhos e de toda a casa de meu pai.
Ao segundo, chamou-lhe Efraim, pois disse: Deus me fez próspero na terra da minha aflição." (Gênesis 41.50-52)

2- INTRODUÇÃO
Existem pessoas marcadas pelo passado.

Fatos ocorridos a vários anos atrás e que causaram muita aflição, ainda atormentam a vida de muitas pessoas que tem as suas vidas estagnadas e não conseguem avançar para um futuro de felicidade, o que acaba gerando frustração e desânimo.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

O SEXO NOS TEMPOS BÍBLICOS



Ao que parece, a média dos casais nos tempos bíblicos tinha uma vida sexual normal, satisfatória. infelizmente, a maior parte das vezes em que a Bíblia aborda a questão do sexo, focaliza o lado problemático dele.

É provável que alguns dos assuntos que hoje nos preocupam não constituíssem questões sérias durante os tempos bíblicos. Os escritores bíblicos não mencionam, por exemplo, o problema da masturbação, pois o período de espera entre a puberdade e o casamento era muito pequeno.

sábado, 24 de dezembro de 2011

O MINISTÉRIO DE JESUS E A SOCIEDADE DE SEU TEMPO



O melhor registro do ministério de Jesus é encontrado nos evangelhos, que tinham a preocupação de não escrever uma biografia, mas a proclamação da salvação trazida por Cristo, cristologias com fundo biográfico. Os evangelistas, convencidos como estão da importância de Cristo para a salvação do homem, não abordam o assunto com fria mentalidade jornalística ou científica; antes, preocupam-se em captar o coração da mensagem e da vida de Cristo, o sentido da salvação realizada por Deus por meio do seu Filho encarnado.[1]

O NATAL: POR QUE 25 DE DEZEMBRO?




O mundo inteiro comemora o Natal no dia 25 de dezembro, menos a igreja da Armênia, que o celebra no dia 6 de janeiro por acreditar que jesus foi batizado nesta data. Dezembro foi o mês escolhido para festejar o nascimento de Cristo por causa do aniversário do Sol Invicto (invencível), assim chamado por marcar o final das "Saturnálias", festas em honra do deus Saturno e que marcavam o meio do inverno, quando o sol era frio e os dias curtos. Isso acontecia antes do século três depois de Cristo, quando esses festejos estavam ligados à religião pagã do mitraismo. Em meados do século terceiro (a data não é exata), a Igreja romana celebrava a "Christ Mass" na noite de 25 de dezembro, o que é hoje a tradicional "Missa do Galo".

sábado, 10 de dezembro de 2011

A CRISTOLOGIA DE AGOSTINHO DE HIPONA


Após séculos de concílios e debates, foi somente em Agostinho (354-430d.C), bispo de Hipona, que o cristianismo ocidental, alcançou a sua concepção final sobre a Trindade, e por conseguinte sobre a pessoa de Jesus Cristo.

domingo, 4 de dezembro de 2011

A MEDICINA DOS TEMPOS BÍBLICOS

CIRURGIÃO ROMANO CUIDANDO DE UM FERIMENTO: NOTE SEU CONJUNTO
DE INSTRUMENTOS ESPECIALIZADOS.


Os judeus tinham promessa de saúde se obedecessem às leis de Deus (Êx 15.6). Eles receberam também várias leis com relação à saúde (descanso e relaxamento regulares, comida adequada, evitar a água contaminada, regras para o casamento, limpeza, separação das doenças contagiosas), as quais, quando seguidas, promoviam um alto nível de boa saúde. Quando as leis eram desobedecidas, a doença surgia (Dt 28.60,61). Ninguém chamava um médico e os que recorriam a eles eram criticados por contrariarem a vontade de Deus. Isso aconteceu ao rei Asa em 2 Crônicas 16.12.  O procedimento correto no caso de doença era a oração a Deus (Nm 21.7; 2Rs 20; 2Cr 6.28-30; Sl 6; 107.17-21).