sábado, 25 de junho de 2011

MISTICISMO CRISTÃO NA IDADE MÉDIA

 Francisco de Assis é um dos maiores representantes
do misticismo cristão medieval.




O vocábulo misticismo significa: "Crença religiosa ou filosófica dos místicos, que admitem comunicações ocultas entre os homens e a divindade. Aptidão ou tendência para crer no sobrenatural. Devoção religiosa; vida contemplativa. O lado misterioso de qualquer doutrina. Misticismo cristão: o desapego de si mesmo por amor a Deus."[1], nos dias atuais este termo está depreciado principalmente por causa das práticas da Nova Era, mas que não encontram fundamento na mística tradição cristã clássica, praticada quer por católicos, ortodoxos ou protestantes.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

O JESUS DO TALMUD

A parte mais conhecida do Talmud, o Pikê Avot, em um
um manuscrito em estilo bizantino do século XVI


Os dois primeiros séculos da Era Cristã foram marcados por um silêncio por parte da literatura judaica sobre a pessoa de Jesus de Nazaré. Se quisermos saber a opinião do Judaísmo sobre Jesus neste período será necessário recorrer a textos cristãos, como por exemplo, os Evangelhos Canônicos que refletem a  opinião dos judeus no final do século I, e a obra de Justino Mártir intitulada Diálogo com Trifão, produzida entre os anos 155 e 161 d. C. e que narra um suposto diálogo entre Justino e um judeu chamado Trifão, esta obra tinha por objetivo ensinar aos cristãos do século II a responderem aos seus críticos judeus.