segunda-feira, 23 de maio de 2016

JEJUM NÃO SE APRENDE NA ESCOLA



Artigo de minha autoria publicado no jornal "Mensageiro da Paz" em abril de 2016.

O jejum é uma das práticas devocionais mais antigas do povo de Deus. Consiste na abstinência total, ou parcial de alimento durante um determinado período, tendo como objetivo o aperfeiçoamento do exercício da oração e da meditação da palavra de Deus. Apesar de ser praticado por outras correntes religiosas, o verdadeiro jejum que agrada ao Senhor deve estar de acordo com a Sua Palavra, pois ela é o nosso manual de fé e prática.
Moisés, Davi, Daniel e Ester estão entre aqueles que praticavam o jejum. O próprio Senhor Jesus, nosso maior exemplo, jejuou. Através destes exemplos somos convidados a jejuar e buscar um momento de mais consagração e intimidade com Deus.
Recentemente uma cantora gospel que também é pastora inaugurou uma “Escola de Jejum”, onde os interessados devem pagar a quantia de 50,00 por uma aula que tem a duração de duas horas, sendo ministrado uma vez por semana, por duas semanas. Nestas aulas, que segundo ela são “tremendas”, os alunos aprendem que o verdadeiro significado do jejum que é “fazer a vontade de Deus.”