quinta-feira, 11 de setembro de 2014

AS LIMITAÇÕES HUMANAS DIANTE DAS IMPOSSIBILIDADES DA VIDA





Sermão ministrado no dia 24/08/2014 ( domingo à noite) na Assembleia de Deus Crescer em Família, Rio de Janeiro RJ


Texto Bíblico: Jr 52. 4-14

Introdução:
            O texto bíblico relata o cerco e a destruição da cidade de Jerusalém pelo exército da Babilônia. Deus estava castigando o seu povo devido a sua contumaz rebeldia em servir a outros deuses. Nada foi poupado, até mesmo o Templo, local onde a Glória de Deus era manifesta, foi destruído. Diante deste cenário caótico encontramos o Profeta Jeremias, também conhecido como o profeta chorão, um homem temente ao Senhor e que tentou alertar ao povo do perigo em se desobedecer aos mandamentos de Deus. Diante da recusa de Judá em ser repreendido, Jeremias, vendo que os exércitos caldeus estavam próximos e que a destruição seria certa, apela para a misericórdia de Deus, que por tantas vezes tinha livrado o seu povo. O profeta busca então um milagre da parte de Deus, pois somente um milagre poderia salvar o pequeno reino de Judá de ser destruído pelo exército mais poderoso da época.

            No capítulo 14, encontramos Jeremias intercedendo pelo povo dizendo “ó Senhor, opera tu por amor do teu nome (...) não nos desampares.” E ouve da parte de Deus a seguinte resposta: “Não rogues por este povo para bem. Quando jejuarem, não ouvirei o seu clamor e quando oferecerem holocaustos e ofertas de manjares, não me agradarei deles; antes, eu os consumirei pela espada, e pela fome, e pela peste.”
            Esta mensagem, não tem por objetivo relatar os motivos que levaram Deus castigar a Jerusalém, mas fazer com que nos coloquemos no lugar de Jeremias, que diante do impossível, reconhecendo a sua limitação, busca por um milagre e este milagre não acontece. O que fazer? Pois estamos acostumados a ouvir que Deus entrará com providência sempre que eu precisar. Como agir no momento em que o impossível confronta as nossas limitações, e o milagre não acontece?

Tema da mensagem:
As limitações humanas diante das impossibilidades da vida

Argumentação:
 1-Precisamos reconhecer nossas limitações:
            1.1 Existem problemas que estão acima da nossa capacidade em resolver.
            1.2 Entrar em desespero não irá resolver meu problema.

2- Confiar nas misericórdias de Deus
            2.1 A misericórdia de Deus é infinita: Jeremias disse em Lm 3.22 “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos; por que a suas misericórdias não têm fim.”
            2.3 Compreender as manifestações das misericórdias de Deus: O profeta usa a expressão no plural: “As misericórdias do Senhor”, pois Deus manifesta sua misericórdia de diferentes maneiras.
                        2.3.1 Perdoando os nossos pecados: Através de sua misericórdia, Deus perdoou e continua perdoando os nossos pecados.
                        2.3.2 Nos livrando de situações adversas: É a manifestação da misericórdia de Deus, mais desejada, pois queremos que os nossos problemas sejam sempre resolvidos, queremos sempre receber vitória. Mesmo nada merecendo, Deus através de sua misericórdia nos abençoa constantemente.
                        2.3.3 Nos consolando quando não recebemos o milagre esperado: Quando nossas esperanças são destruídas, devido à misericórdia divina, temos o Espírito Santo ao nosso lado nos amparando, confortando e consolando.

3 - O milagre depende da soberania de Deus.
            3.1 A vontade de Deus está acima da nossa vontade.
            3.2 Os servos de Deus sempre passaram e passarão por muitas aflições: Os cristãos primitivos foram mortos nas arenas de leões, queimados vivos, crucificados, sendo que o mesmo ainda acontece em diversas partes do mundo. Muitos servos de Deus morrem ou perdem alguém que amam para o câncer, algum acidente e tantas outras situações que causam dor e sofrimento.
            3.3 Uma grande vitória ainda está por vir (1 Co 15.51-57). Este é o grande compromisso de Deus para com seu povo, chegará um dia em que toda dor acabará, todo o sofrimento chegará ao fim e viveremos uma vida de plena paz e completa alegria.

Conclusão:
As nossas limitações, muitas vezes nos impedem de enxergar o propósito de Deus. Não entendemos por que ao implorar com fé e fervor, algumas vezes o milagre não vem. Jeremias naquele momento não entendeu, mas foi através daquela destruição que a idolatria foi erradicada definitivamente do meio de Israel. Precisamos entender que os pensamentos de Deus são mais altos do que os nossos pensamentos. Já recebemos o maior milagre, que é a nossa salvação. Se hoje não entendemos a maneira de Deus agir em certas situações de nossas vidas, o porque do milagre vir para uns e para outros não, chegará o dia que que veremos a Deus face a face, e todos os mistérios serão revelados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário